terça-feira, 23 de maio de 2017

terça-feira, 16 de maio de 2017

Voltemos à Escola (da Ponte)

Paulo M. Morais, romancista e ex-jornalista, esteve na escola que não tem campainha e não faz testes, que ensina de forma diferente há 40 anos e que é estudada em todo o mundo, e escreveu o livro Voltemos à Escola. A obra chegou às livrarias na sexta-feira passada dia 12.

“Quem ensina aprende, quem aprende descobre-se” 
A Escola da Ponte exige professores, ou melhor, orientadores educativos envolvidos, empenhados, atentos. Exige compromisso. “A história da Escola da Ponte é uma história de pessoas apaixonadas. É uma história de resistência, como tantos já disseram, mas principalmente de paixão pelas crianças, pela educação, pelo futuro”, escreve o romancista. Mas, nos dias que correm, há professores desencantados, desapaixonados da profissão que um dia escolheram. “Tentar contrariar o estado das coisas é uma tarefa exigente para a qual muitos professores julgam não possuir a energia necessária. Sentem-se desamparados, isolados, mas a Escola da Ponte é a prova de que um professor pode encontrar nos colegas, bem como nos alunos, braços amigos que o auxiliem na mudança. Talvez assim regresse a paixão pelo ensino, se volte a sentir o amor pela profissão. E quem ama o que faz vive certamente mais feliz”, sublinha Paulo M. Morais. 

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Autonomia a flexibilidade

Documento apresentado no dia 2 de maio, em Coimbra, aos diretores dos agrupamentos pelo secretário de estado da educação João Costa.

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Sala de Aula do Futuro em Barcelos

Participei, ontem, no Seminário Nacional - "A Sala do Futuro: perspetivas, desenhos e outras tentações", que decorreu no Teatro Gil Vicente em Barcelos.

Este seminário foi uma iniciativa da Escola Básica e Secundária de Vila Cova e contou com o apoio do IE da Universidade do Minho, do Centro de Formação de Associação de Escolas dos Concelhos de Barcelos e Esposende e Câmara Municipal de Barcelos.


segunda-feira, 24 de abril de 2017

Lançamento do (novo) Plano Nacional de Leitura 2027

Estive, ontem, presente no Lançamento do Plano Nacional de Leitura 2027, que teve lugar na Biblioteca Municipal Almeida Garrett no Porto. Teresa Calçada e Elsa Conde são as responsáveis pelo novo Plano Nacional da Leitura (PNL) para os próximos dez anos.
 Votos de facilidades para esta caminhada.